Vandalismo em Catanduva compromete 400 doses de vacina

Aproximadamente 400 doses de vacina que integram o calendário de imunização da rede pública de saúde estão sendo avaliadas. O medicamento faz parte do estoque da Unidade de Saúde da Família Carlos Roberto Surian, em Catanduva, e a suspeita é de que tenham estrago. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal, a unidade foi vítima de um ato de vandalismo na madrugada da sexta-feira, 19. Na ocasião, a chave geral de energia elétrica da unidade foi desligada, o que pode ter prejudicado as vacinas, que ficaram sem refrigeração.

Caixa de energia elétrica que foi desligada fica na área externa da unidade. Foto: Tél Patané/ CatanduvaShow.

A Secretaria de Saúde do município aguarda o resultado de um laudo que deverá indicar se o nível atingido pela temperatura comprometeu ou não as doses. O caso foi descoberto na manhã da sexta-feira, quando os funcionários abriram a unidade e perceberam a falta de energia. O material não será descartado ou usado até que o laudo fique pronto. Entre as vacinas que podem ter sido prejudicadas estão a hepatite B, VIP (vacina inativa contra poliomelite), pentavalente, pneumocócica, febre amarela, tetra viral ( sarampo, caxumba, rubéola e varicela), DTP (difteria, coqueluche e tétano), HPV e influenza.

(Colaborou Arthur Avila // Diário da Região)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: