Recinto do Folclore ganha decoração com cores e movimento para o 53º Fefol

As cores amarelo, laranja, vermelho e azul invadiram o Recinto de Exposições e Praça de Atividades Folclóricas e Turísticas “Professor José Sant´anna”. Nos últimos dias, o palco do 53º Festival do Folclore ganhou uma bela e alegre decoração. São bandeirinhas, chapéus de fitas e flores espalhados por diversas barracas e espaços do Recinto. A arena também terá outros adereços para enfeitar o principal ambiente da festa.

“A partir da inspiração de uma simples foto, a Subcomissão de Decoração do 53º Fefol passou a visualizar a decoração de todo o Recinto do Folclore, com as cores inspiradas na logomarca do evento: amarelo, laranja, vermelho e azul. Estas cores também são utilizadas em todo o material de divulgação da festa”, conta Cristina Prado, diretora de Divisão de Turismo da Estância Turística de Olímpia e integrante da equipe de decoração.

Além das cores principais, o festival será caracterizado por outros coloridos e muito movimento, proporcionado pela leveza das fitas espalhadas por todo o Recinto.

De acordo com Cristina, as ideias foram discutidas entre o grupo e consolidadas com o apoio do professor Tiago Louzada, que elaborou o projeto final com as orientações técnicas, como materiais, quantidades, confecção e montagem dos enfeites. Segundo Cristina, cada item da decoração mereceu um tratamento especial e, devido à grande quantidade necessária, exigiu que se buscassem voluntários na comunidade.

As flores de papel crepom, por exemplo, foram confeccionadas em diversas oficinas realizadas nas três do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e no Centro Dia do Idoso, administrados pela secretaria municipal de Assistência Social, e no Museu de História e Folclore “Maria Olímpia”, contando com participação de muitas pessoas que viabilizaram a quantidade de flores que enfeitarão o evento.

Para a confecção dos móbiles “chapéu de fitas”, foi necessária a ajuda de mais pessoas para montar os círculos, colar as fitas, amarrar os suportes e colocar as flores de papel. Tudo foi feito pelos funcionários do CEUS e da Divisão de Cultura (incluindo o Museu do Folclore), pelos jovens do Rotaract, do Interact e clubes de serviço ligados aos Rotary Club locais. “A cada dia mais pessoas procuram se integrar aos grupos de trabalho como forma de colaborar e participar do evento, resgatando uma prática que era comum no início dos festivais do folclore de Olímpia”, acrescenta a diretora.

A instalação do material decorativo teve início na sexta-feira, dia 28 de julho. Na segunda-feira, 31, os jovens atiradores do Tiro de Guerra 02-025 deram sua contribuição, ajudando na montagem da decoração do Fefol. “Neste clima de colaboração e união, a Subcomissão de Decoração do 53º Fefol espera que a comunidade e visitantes do evento sejam surpreendidos positivamente com a arrumação e o acolhimento do ambiente do Festival”, finaliza Cristina Prado.

RUAS E PRÉDIOS

Por meio de iniciativa da Comissão Organizadora do 53º Festival do Folclore, as ruas centrais, praças, prédios públicos e privados, lojas e departamentos também estão entrando no clima do Fefol e aderindo à decoração sugerida. Os distritos de Ribeiro dos Santos e Baguaçu também estão sendo enfeitados para entrar no clima da festa.

“Enviamos mais de 300 ofícios com foto ilustrativa da decoração, sugerindo a colocação dos enfeites nesses locais. A sugestão foi muito bem aceita e as pessoas entraram no clima. Vários lugares estão enfeitados com bandeirinhas das cores do Festival”, conta a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Tina Riscali.

A decoração em espaços além do Recinto do Folclore é uma forma de mostrar que a intenção do festival é que toda a cidade viva e prestigie a festa, convidando todos a participar também das apresentações e peregrinações que os grupos fazem pelas praças, comércio, prédios públicos e ruas da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *